Archive for abril, 2008

Quem não gosta de um Fondue nesse friozinho?

O tempo já começou a esfriar um pouquinho. E está chegando à hora de, entre outras diversões, atacar aquelas comidas típicas de inverno, quentinhas e geralmente calóricas. 

O fondue é a combinação perfeita com frio, uma comida com uma certa característica romântica-tem aquele negócio de provar um pouquinho do outro e é um delicioso pretesto para reunir os amigos.  

Aprenda a fazer fondue: http://culinaria.terra.com.br/dicas/preparando/0,,OI109694-EI150,00.html 

Curiosidade:

A receita surgiu na região dos Alpes Suíços, onde havia uma larga produção de queijos. Os queijos que sobravam ou acabavam ficando velhos eram derretidos e conservados com álcools. Assim surgiu o primeiro fondue. Depois o álcool do kirsch foi substituido por vinho branco e acabaram aparecendo outras versões do prato, como o fondue de carne e o de chocolate. Hoje, fondue tem quase tanta variação quanto pizza.

Conheças onde são vendidos os melhores Fondue do Brasil: 

Campos do Jordão: www.toriba.com.br 

Serra Gaúcha: http://www.belleduvalais.com.br/

Por: Juliana Monteiro

Anúncios

Deixe um comentário

Longa “Estomâgo” inspira blogueiros gourmets a criar receitas

Um toque de alecrim e pimenta-do-reino foi o segredo de Raimundo Nonato para dar sabor à comida insossa do presídio. Vivido pelo ator baiano João Miguel, 37, o personagem protagoniza o longa “Estômago”, que teve estréia paulista na sexta, dia 11. É se dedicando aos prazeres e ofícios da cozinha que Nonato vai vencendo as agruras da vida na cidade grande.
Com simplicidade e carisma, o cearense consegue emprego em um boteco para fazer faxina, coxinhas e pastéis (com pinga na massa); vira ajudante em um restaurante italiano e, assim, aprende a selecionar os melhores ingredientes no mercado. Conquista ainda o estômago de uma prostituta por quem se apaixona e também ganha confiança (e poder) entre seus companheiros de cela.

 

Para marcar sua estréia, a produção do longa, dirigido por Marcos Jorge e baseado em conto de Lusa Silvestre, criou um livro de receitas virtual com pratos elaborados por blogueiros de gastronomia.

Nomes conhecidos no mundinho gourmet virtual, como Tatiana Damberg, do blog “Mixirica”, Neide Rigo, do “Come-se” e Alessander Guerra, do “Cuecas na Cozinha”, foram convidados a assistir a uma sessão especial de “Estômago” e, então, desenvolveram pratos inspirados no longa.

A única exigência era o número de receitas, limitado a duas por chef. Alessander Guerra, por exemplo, usou ingredientes que enriqueceram os pratos de Nonato, como o nhoque de batata ao alecrim com molho de gorgonzola, damasco e nozes. Fabiana Zanelati, do blog “Rainhas do Lar”, entrou na brincadeira e criou uma receita exclusivamente para a Revista, também utilizando alguns dos produtos prediletos do protagonista. O resultado é o tomate recheado à Nonato, com gorgonzola e nozes.

O livro pode ser visto no site http://www.estomagofilme.com.br/, na seção “Multimídia”. E ali estão, além das 22 receitas dos 12 blogueiros, o passo a passo dos comes e bebes preparados no filme, como o xinxim de galinha que Nonato faz na cadeia.

Fonte: Site Folha de S. Paulo

 

Por: Gisele Gimenes

Deixe um comentário

Comidas típicas do Oiapoque ao Xuí

Nordeste

O litoral dos estados nordestinos apresenta grande variedade de pratos com peixe, camarões, crustáceos e frutos do mar. As moquecas em geral são preparadas com leite de coco, ingrediente indispensável. O coco é marca registrada do tropicalismo da região.

A cozinha no interior dos estados nordestinos é bem variada, rica e requintada. A carne fresca e as verduras em geral são pouco usadas, mas o jerimum (abóbora), a macaxeira (mandioca), o cará, o maxixe, o jiló e o quiabo são bastante consumidos.

Come-se muito milho, farinha de mandioca, carne-seca, jabá (charque), carne-de-sol, carne de carneiro, cabrito e bode e a característica manteiga de garrafa (líquida).

Os pirões de farinha de mandioca sempre acompanham os pratos principais.

Miúdos de porco, de carneiro, buchadas, farofas, carne-seca e carne-de-sol, são preparadas de várias maneiras e são muito consumidos.

O trinômio que circula o interior do Nordeste é rapadura, carne-de-sol e farinha de mandioca.

 

Bahia

Culinária de origem africana (comidas salgadas) com alguma influência portuguesa (doces – de ovos, pamonhas, cocadas, canjicas e mingaus). Caracterizada pelo trinômio coco-dendê-pimenta, usando ainda outros temperos como gengibre, coentro, camarão seco.

 

Maranhão

Situado no Norte do país é famoso pelo seu arroz-de-cuxá, seus enormes camarões e pelo consumo de carneiros, cabritos e bodes.

 

Arroz-de-cuxá com caranguejo  

 

Sergipe

O surubim e a arraia são os peixes mais utilizados na comida típica.

 

Rio Grande do Norte

Cozinha regional a base de frutos do mar

 

Paraíba

A comida típica é uma mistura da indígena, africana e portuguesa.

 

Pernambuco

A cozinha pernambucana baseia-se nos frutos do mar, típicos da região.

 

Alagoas

Festival de comidas do mar, rios e lagoas, sendo em sua maiorias à base de coco.

 

Amazônia

É feito todo um ritual para a caça, a pesca, o preparo dos molhos, que devem ser consumidos imediatamente, o que dificulta a exportação e a divulgação dessa herança – picantes e aromas.

São consumidos também milho, mandioca, temperos de ervas naturais da mata, farinha d’água, seca, de tapioca, de aviú (camarão minúsculo), farinha de peixe (piracuí), guaraná em pó e sucos feitos com uma infinidade de frutas exóticas e silvestres.

 

Para ver todos os estados:

http://www.falecomfleischmann.com.br/culinaria/default.asp?page=http://www.falecomfleischmann.com.br/culinaria/dicas_do_padeirito/curiosidades_interna.asp?id=523

 

Receitas diversas:

http://tudogostoso.uol.com.br/

Isabella Asperti de Oliveira

Comments (5)

.: Comidas estranhas:.

Bizarrices à parte…

            Quem nunca comeu comidas estranhas levanta a mão! Pois tem gente que não só levanta a mão, como assume mesmo e coloca até no Orkut que gosta de se empanturrar de bizarrices!

            Ainda não sabe do que estamos falando?? Bom, aí vão os exemplos: comida gelada, bolacha murcha, milho verde com sal e leite condensado, pão com manteiga e achocolatado, pão com ovo, pão com feijão ou feijoada, café com pamonha, chupar limão, arroz com arroz, arroz, miojo crú, feijão e macarrão… e por aí vai!

            O fato é que comer comidas com combinações bizarras não é o fim do mundo! É até bom! Psicólogos afirmam que esses costumes são uma forma de fugir da mesmisse do dia a dia, onde sempre comemos a mesma coisa. Ou então é só um gosto bizarro mesmo! AH, e podem ficar tranquilos: não há problemas com manga com leite à noite (a não ser a desenteria depois…)!

Comunidades no Orkut:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=41636683
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1142261
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2293605
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=3715463
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=6128986
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=7114397

Deixe um comentário

Você acredita no biscoito da sorte?

Aquele “biscoito da sorte” (fortune cookie) que costuma ser oferecido em restaurantes chineses, que ironia, não é chinês. Trata-se de uma invenção americana do começo do século passado (mais precisamente da Califórnia, segundo o Wikipédia).

 

Eles são confeccionados com massa fina de farinha de trigo ou amido de milho, ovos e açucar. As tiras de papel em seu interior geralmente contêm frases de sabedoria, profecias ou até mesmo séries de números da sorte para serem usados em loterias.

E todo mundo adora quebrar o biscoito e ler a mensagem, para aqueles que jogam na Mega Sena com os números que vem no papelzinho é bom se animar!!hahahahah.

Segundo matéria publicada na Folha de São Paulo, o biscoito da sorte chinês ajudou pelo menos oito moradores da região Nordeste a acertar as seis dezenas do concurso 529 da Mega Sena. http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u80913.shtml

 

Leia sua sorte no biscoito on line: http://www.terra.com.br/planetanaweb/produtos/biscoito_da_sorte/index.htm

Por: Juliana Monteiro

Comments (1)

Dieta da mãe influencia sexo do bebê, sugere pesquisa

Essa tecnologia!

Olhem só essa notícia publicada na Folha de S. Paulo ontem (23/04).

                                                          

A dieta da mãe na época da concepção pode influenciar o sexo do bebê, sugere uma pesquisa da Universidade de Exeter e Oxford publicada na revista especializada “Biological Sciences”, da Royal Society.
Segundo o estudo, mulheres que têm dieta rica em calorias e comem cereais regularmente no café-da-manhã podem aumentar as chances de conceber um menino.
O estudo analisou a primeira gravidez de 740 mulheres no Reino Unido, que relataram seus hábitos alimentares antes e durante os primeiros estágios da gestação.
Os pesquisadores concluíram que 56% das mulheres que tinham consumo mais alto de calorias à época da concepção tiveram filhos homens, em comparação com 45% das mulheres com uma dieta de baixa caloria.
As mulheres que tiveram filhos homens também tinham tendência maior a comer quantidades maiores e uma variedade maior de nutrientes, incluindo potássio, cálcio e vitaminas C, E e B12.
Elas também tinham tendência maior a comer cereal no café-da-manhã.
O médico Allan Pacey, especialista em fertilidade da Universidade de Sheffield, disse que há fortes evidências de que a natureza tem maneiras sutis de mudar a proporção entre os sexos na população em resposta a uma série de circunstâncias.
Mas ele afirmou que as mulheres não deveriam “passar fome” na tentativa de influenciar o sexo do bebê.

Existem diversas crendices disponíveis na web que apontam o sexo do bebê.

Veja essa tabela chinesa que prediz o sexo do bebê?

 

Há mais de cem anos está tabela está circulando na China, segundo a tabela, o essencial é saber a idade da mãe e o mês para saber o sexo da criança, que virá ao mundo.

http://www.universodobebe.com.br/site/tabela.php

 

 Por: Gisele Gimenes

Comments (1)

A história do docinho mais famoso do Brasil

Brigadeiro ou negrinho (como é chamado no Sul do Brasil) é o mais famoso e difundido doce de festa brasileiro, normalmente presente nas mesas de aniversário, junto com o cajuzinho e o beijinho.

 

Conta-se que surgiu em meados da década de 40, quando, em 1945, o brigadeiro Eduardo Gomes candidatou-se à Presidência da República pela UDN – União Democrática Nacional, concorrendo com o, também militar, Eurico Gaspar Dutra.

 

O brigadeiro era um homem bonito, de físico avantajado, muito charmoso e solteiro. Com o slogan “Vote no Brigadeiro que é bonito e é solteiro”, o candidato fazia grande sucesso entre as mulheres. E, um grupo delas, moradoras do requintado bairro do Pacaembu, na cidade de São Paulo, organizou diversas festas em prol da sua candidatura. Diz a História, que numa destas ocasiões, criaram um doce que misturava leite condensado, chocolate e manteiga, e o batizaram de “brigadeiro”, em sua homenagem.

 
Link: http://correiogourmand.com.br/receitas_doce_64.htm

 

Links para receitas de brigadeiro:

http://tudogostoso.uol.com.br/receita/114-brigadeiro.html

http://anamariabraga.globo.com/receitas.asp?id1=779

Comments (2)

Older Posts »